sexta-feira, 27 de abril de 2012

Mulher

Não sei que intensa magia, teu corpo irradia Que me deixa louco assim, mulher Não sei, teus olhos castanhos, profundos, estranhos Que mistério oculta....rão, mulher. Não sei dizer Mulher, só sei que sem alma Roubaste-me a calma e aos teus pés eu fico a implorar O teu amor tem um gosto amargo e eu fico sempre a chorar nesta dor Não sei que intensa magia, teu corpo irradia Que me deixa louco assim, mulher Não sei, teus olhos castanhos, profundos, estranhos Que mistério oculta....rão, mulher Não sei dizer Mulher, só sei que sem alma Roubaste-me a calma e Não sei que intensa magia, teu corpo irradia Que me deixa louco assim, mulher Não sei, teus olhos castanhos, profundos, estranhos Que mistério oculta....rão, mulher Não sei dizer Mulher, só sei que sem alma Roubaste-me a fico sempre a chorar nesta dor

Nenhum comentário:

Postar um comentário